CYPETERM

Solicite proposta de fornecimento dos programas de CYPE

Grupos de programas CYPETHERM e MEP

IFC Builder é uma aplicação para a criação e manutenção de modelos IFC de edifícios, integrado no fluxo de trabalho Open BIM através do standard IFC4.

Os programas de os grupos MEP e CYPETHERM constituem um conjunto de aplicações que juntamente com o IFC Builder integram-se num fluxo de trabalho Open BIM através do standard IFC4.


IFC BUILDER

IFC BUILDER

IFC BUILDER

Criação e manutenção de modelos IFC de edifícios. Esta aplicação está integrada no fluxo de trabalho OPEN BIM através do standard IFC4.


Características:


  • Interface gráfica de utilização para introduzir a geometria do modelo do edifício.

  • Importação de ficheiros DXF, DWG, JPG e BMP.

  • Importação de modelos BIM (arquivos IFC2X3) gerados por programas CAD/BIM.

  • Geração de arestas OPEN BIM.

  • Introdução de modelos OPEN BIM (arquivos IFC4). StruBIM Analysis 3D e os programas CYPETHERM integrados no fluxo de trabalho Open BIM podem ler o modelo IFC4 gerado para desenvolver os seus cálculos.

Mais informação.

CYPETHERM REH

CYPETHERM REH

 

 

CYPETHERM REH

 

 

CYPETHERM REH

Avaliação do desempenho energético em edifícios de habitação de acordo com o Regulamento de Desempenho Energético dos Edifícios de Habitação. Esta aplicação está integrada no fluxo de trabalho Open BIM através do standard IFC.

Características:

  • Integração no fluxo de trabalho Open BIM:

    • Importação de modelos BIM (IFC4, IFC2x3 e gbXML) gerados por programas CAD/BIM
    • Sincronização com o modelo BIM.
    • Deteção automática de arestas (pontes térmicas lineares)
    • Sombreamento automático


  • Avaliação do desempenho energético em edifícios de habitação de acordo com o Regulamento de Desempenho Energético dos Edifícios de Habitação (REH):

    • Cálculo da transmissão térmica dos elementos construtivos, segundo ISO 6946 e ISO 10077-1
    • Cálculo do coeficiente de transferência de calor em elementos em contacto com o solo, segundo a norma EN ISO 13370
    • Cálculo dos coeficientes de transmissão térmica linear, segundo a norma EN ISO 14683
    • Cálculo do fator b, segundo a norma EN ISO 13789
    • Cálculo da capacidade térmica do edifício, segundo a EN ISO 13786
    • Verificação da existência de condensações superficiais e intersticiais segundo ISO 13788
    • Análise gráfica de resultados
    • Geração das fichas de cálculo e desempenho energético
    • Geração do relatório de peritagem
    • Geração das peças desenhadas com representação das envolventes


  • Exportação dos dados para o CYPETHERM Improvements (Medidas de melhoria)


  • Exportação dos dados para ficheiro em formato XML (portal da ADENE).


Mais informação.


CYPETHERM Improvements

CYPETHERM Improvements

CYPETHERM Improvements

CYPETHERM Improvements permite a definição de medidas de melhorias a partir de dados iniciais provenientes do CYPETHERM REH ou introduzidos pelo utilizador.

 

Características:

  • Importação e exportação de dados para o CYPETERM REH

  • Definição das medidas de melhoria

  • Comparação entre balanços energéticos

  • Possibilidade de definir o incremento anual do custo de energia, taxa de inflação e taxa de juro nominal

  • Análise de custos e poupança energética, bem como período de retorno

Mais informação.

 

 

 



CYPETHERM LOADS

CYPETHERM LOADS

CYPETHERM LOADS

CYPETHERM LOADS

CYPETHERM LOADS


Cálculo da carga térmica dos edifícios segundo o Método das Séries Temporais Radiantes (RTSM), proposto por ASHRAE, integrado no fluxo de trabalho Open BIM através do standard IFC.


Características:


  • Importação de modelos BIM (IFC4) gerados por programas CAD/BIM.

  • Sincronização de modelos BIM.

  • "ASHRAE Weather Data Viewer 4.0” base de dados com 5564 estações em todo o mundo.

  • Cálculo de cargas térmicas de refrigeração e aquecimento segundo o Radiant Time Series Method (RTSM) da ASHRAE.

  • Cargas de aquecimento segundo EN12831.

  • EN ISO 6946. Elementos e componentes de edificação. Resistência e transmitância térmica. Método de cálculo.

  • EN ISO 13370. Comportamento térmico de edifícios. Transferência de calor para o solo. Métodos de cálculo.

  • EN ISO 14683. Pontes térmicas nos edifícios. Coeficientes de transmissão térmica linear. Métodos simplificados de cálculo e valores por defeito.

  • EN ISO 10456. Materiais e produtos de construção. Propriedades higro-térmicas.

  • Deteção automática de sombras no modelo de cálculo.

  • Deteção automática de arestas.

  • Geração de pontes térmicas com as suas correspondentes transmitâncias (segundo EN ISO 14683) a partir das arestas detetadas, em função das soluções construtivas adotadas e da descrição do edifício desde o ponto de vista da análise térmica (localização, descrição dos espaços, etc.).

Mais informação.

 

    CYPETHERM LOADS


CYPETHERM HVAC

CYPETHERM HVAC

CYPETHERM HVAC

CYPETHERM HVAC

Cálculo de instalações de climatização (aquecimento, ventilação e ar condicionado)


Características:


  • Desenho de esquema de princípio
    A ferramenta dispõe de uma biblioteca gráfica de componentes de climatização, cuja simbologia gráfica é de acordo com ANSI/ASHRAE Standard 134.

  • Cálculo de equipamentos
    Cálculo de equipamentos, mediante um painel onde se configuram as suas características principais para posterior seleção e especificação, de acordo com a ASHRAE Handbook Systems And Equipment.

    • Redes de tubagens
      Cálculo de redes de tubagens e seleção de diâmetros standards segundo ASME Standard B36.10M para tubagens de aço, ASME B88(M) para tubagens de cobre, ASTM Standard D 3309 para tubagens de polibutileno.
    • Cálculo do vaso de expansão
    • Desenho de caldeiras

  • Importação de modelos BIM (IFC4, IFC2x3 e gbXML) gerados por programas CAD/BIM.

  • Sincronização de modelos BIM.

  • Importação de ficheiros DXF/DWG/JPG/BMP.

  • Cálculo e desenho de instalações hidrónicas de piso radiante.

  • Exportação para IFC dos circuitos de piso radiante.

  • Desenho e cálculo de Unidades de Tratamento de Ar (UTA).
    Para isso, é necessário que a licença de utilização inclua o módulo "Desenho e cálculo de Unidades de Tratamento de Ar (UTA)".

Mais informação.


CYPETHERM EPlus

CYPETHERM EPlus

CYPETHERM EPlus

Modelização e simulação energética de edifícios com EnergyPlus™. Esta aplicação está integrada no fluxo de trabalho Open BIM através do standard IFC.

Características:

  • Importação de modelos BIM (IFC4, IFC2x3 e gbXML) gerados por programas CAD/BIM.
  • Sincronização de modelos BIM.
  • Cálculo de consumo energético com EnergyPlus™ (versão 8.9).
  • Deteção automática de arestas.
  • Geração de pontes térmicas com as suas correspondentes transmitâncias (segundo ISO 14683) a partir das arestas detetadas, em função das soluções construtivas adotadas e da descrição do edifício desde o ponto de vista da análise térmica (localização, descrição dos espaços, etc.).

Mais informação.

 

    CYPETHERM EPlus


CYPELUX RECS

CYPELUX RECS

 

 

CYPELUX RECS

 

 

CYPELUX RECS

Justificação da instalação de iluminação do edifício. Cumprimento das exigências de iluminação dispostas no Regulamento de desempenho energético dos edifícios de comércio e serviços (RECS) e na norma EN 12464-1. Esta aplicação está integrada no fluxo de trabajo Open BIM através do standard IFC.

Características:

  • Integração no fluxo de trabalho Open BIM

    • Importação de modelos BIM (IFC4 e IFC2x3) gerados por programas CAD/BIM
    • Exportação de ficheiros de dados em formato IFC
    • Sincronização com o modelo BIM

  • Importação de ficheiros em formato DXF/DWG/DWF/JPG/BMP

  • Importação de ficheiros de luminárias em formato EULUMDAT (formato standard na Europa para dados fotométricos – extensão "ldt") e IES (formato standard na América do Norte para dados fotométricos – extensão "ies").

  • Iluminação normal

    • Cálculo do nível de iluminação da instalação medido ao nível do plano de trabalho.
    • Cálculo do nível de encadeamento com base no UGR definido na norma CIE 117:1995 (Discomfort glare in interior lighting).
    • Cálculo do fator de manutenção com base no método proposto pela norma CIE 97:2005 (Guide on the maintenace of indoor electric lighting systems), para compartimentos interiores.
    • Verificação do cumprimento dos requisitos para sistemas de iluminação preconizados no Regulamento de desempenho energético dos edifícios de comércio e serviços (RECS).
    • Análise dos parâmetros que definem a qualidade e o conforto luminotécnico estabelecido na norma EN 12464-1:2011 (Iluminação. Iluminação dos lugares de trabalho. Parte I: Lugares de trabalho em interiores).

  • Iluminação de emergência

    • Cálculo do nível de iluminação da instalação de iluminação de emergência medido ao nível do pavimento.
    • Disposição de equipamento de segurança e proteção (equipamentos de segurança, elementos da instalação de proteção contra incêndios, quadros de distribuição de iluminação…) e cálculo do nível de iluminância nos pontos de instalação.
    • Disposição de vias de evacuação e cálculo dos parâmetros necessários de iluminância e uniformidade requeridos para cumprir a norma vigente.

  • Fichas justificativas
    Geração das fichas justificativas correspondentes ao cumprimento dos documentos normativos e anexo de cálculo no qual se pormenorizam, para além dos valores de cálculo, as características do compartimento e a instalação de iluminação normal e de emergência.

Mais informação.

CYPELUX


CYPELUX

CYPELUX

Cálculo luminotécnico de instalações de iluminação normal e de emergência, assim como, a sua avaliação com base na atual norma nacional e internacional.

Características:

  • Integração no fluxo de trabalho Open BIM
    • Importação de modelos BIM (IFC4 e IFC2x3) gerados por programas CAD/BIM
    • Exportação de ficheiros de dados em formato IFC
    • Sincronização com o modelo BIM
  • Importação de ficheiros de luminárias no formato EULUMDAT (formato standard na Europa para dados fotométricos –extensão “ldt”) e IES (formato standard na América Norte para dados fotométricos –extensão “ies”).
  • Iluminação normal
    • Cálculo do nível de iluminação da instalação medido ao nível do plano de trabalho.
    • Cálculo do valor de eficiência energética da instalação (VEEI).
    • Cálculo do nível deslumbramento na base do UGR definido na norma CIE 117:1995 (Discomfort glare in interior lighting).
    • Cálculo do fator de manutenção na base do método proposto pela norma CIE 97:2005 (Guide on the maintenace of indoor electric lighting systems), para compartimentos interiores.
  • Iluminação de emergência
    • Cálculo do nível de iluminação da instalação de iluminação de emergência medido ao nível do piso.
    • Disposição de equipamento de segurança e proteção (equipamentos de segurança, elementos da instalação de proteção contra incêndios, quadros de distribuição de iluminação…) e cálculo do nível de iluminância nos pontos de instalação.
    • Disposição de vias de evacuação e cálculo dos parâmetros necessários de iluminância e uniformidade requeridos para cumprir a norma vigente.
  • Fichas justificativas
    Geração das fichas justificativas correspondentes ao cumprimento da norma e de um anexo de cálculo onde se pormenorizam, além dos valores de cálculo, as características do compartimento e da instalação de iluminação, normal e de emergência, utilizada.

CYPESOUND RRAE

CYPESOUND RRAE

CYPESOUND RRAE

Cálculo acústico e verificação do isolamento a sons aéreos e de percussão, área de absorção sonora e tempo de reverberação, e o nível de avaliação sonora proveniente do ruído de equipamentos, de acordo com o Regulamento dos Requisitos Acústicos dos Edifícios (DL nº96/2008) e as normas de cálculo EN 12354 (ISO 15712). Esta aplicação está integrada no fluxo de trabalho Open BIM através do standard IFC.

 

Características:

 

  • Integração no fluxo de trabalho Open BIM


  • Verificação dos requisitos acústicos do edifício dispostos no Regulamento dos Requisitos Acústicos dos Edifícios (DL nº96/2008) a partir do modelo de cálculo definido nas normas EN 12354 (ISO 15712):


  • Avaliação do grau de incomodidade pelo exercício de atividades ruidosas permanentes em zonas mistas, em torno das zonas sensíveis ou mistas e nas proximidades dos recetores isolados sensíveis de acordo com o Regulamento Geral do Ruído (DL n.º 9/2007).


  • Fichas justificativas


Mais informação.

 

CYPESOUND RRAE

 

CYPESOUND

CYPESOUND permite o cálculo e verificação do nível de isolamento e condicionamento acústico do edifício de acordo com o método de cálculo descrito nas normas EN 12354 (ISO 15712).

Esta aplicação está integrada no fluxo de trabalho Open BIM através do standard IFC.

CYPESOUND permite definir, de forma personalizada, as magnitudes dos parâmetros que caracterizam o comportamento acústico do edifício e valores mínimos requeridos:

  • Isolamento acústico a sons aéreos do interior e de percussão para cada par de tipos de compartimentos.
  • Isolamento acústico a sons aéreos provenientes do exterior.
  • Nível de avaliação sonora provocada pelo equipamento do edifício.
  • Tempo de reverberação e áreas mínimas de absorção sonora.

Também mostra no ecrã um resumo dos resultados e gera um estudo completo do isolamento e condicionamento acústico do edifício, no qual se pormenoriza todo o processo de cálculo até à realização das verificações.

Mais informação.

Inicio Volver al inicio

CYPE em Portugal · Top - Informática, Lda.
Rua Comendador Santos da Cunha, 304, Ap. 2330 4701-904 Braga- Tel. 253 209 430 - Fax 253 209 439
Av. 5 de Outubro, 72 – 8º C - 1050 – 059 Lisboa - Tel. 21 782 68 10 - Fax 21 782 68 19
Home | Top-Informática | CYPE Ingenieros | Novidades | Produtos | Serviços |
Aviso Legal | Contacte | Sugestões | Subscrição | Noticias | Mapa Web
CYPE Ingenieros, S.A.